Total de visualizações de página

quinta-feira, 31 de março de 2011

Sobre o tempo... sobre Philia...

"Tempo...
Termo forte e suave que faz com que nos deparemos com o simples e o complexo...
Termo que delimita... que é divisor de águas... 
Termo que assusta... mas que também instiga...
Termo que pode ser sereno... profundo... reflexivo...
Mas um termo que nos remete a outro singular denominado vida...
O tempo marca? O tempo apaga? O tempo cura? Não, em verdade...
Mas tudo acontece COM o Tempo..." Lelo Mendes 31/03/2011


Buscamos muito em tão pouco e tão pouco buscamos o que é bom de fato...
Cremos ter essência... cremos ser substancialmente bons... e somos, principalmente quando nos damos conta de que podemos desviar tal essência...
Rotulamos amizades, infelizmente. "Quase sem querer" acabamos padronizando tudo, pois não queremos estar fora dos círculos sociais. Somos, todos, motivamos a encarar isso como sendo "a única maneira de ver as coisas". Somos... mas devemos?
Quantas e quantas vezes somos rotulados por nós mesmos? Realmente... SEMPRE! Até mesmo como cristãos... Fazemos o papel de destruir nossa própria imagem a partir do momento em que estabelecemos os parâmetros. Parâmetros. Eu não preciso provar minha essência, se creio em algo, desde que eu tenha tranquilidade em mente. Há uma citação, de um padre inteligentíssimo, que me chamou a atenção entre os dias 21 e 28 de março deste ano (2011): "Eu sou responsável pelo que eu falo, não pelo que você entende". Interessante? Eu considerei isso PROFUNDO... Não só para o que falamos, claro, mas pela maneira de agir.
Sinto-me, hoje, um "velho" (no bom sentido, entende? - recorde a citação ^^). Lembro-me, aqui, de um outro momento, um texto onde tentei balbuciar alguns pensamentos acerca do comportamento - mas quem sou eu para fazer isso?! Bem, sou apenas alguém que procura partilhar o que pensa, aceitando críticas, mais críticas e críticas, e absorvendo os elogios como sendo um paralelismo entre o meu mundo e o de alguns que se reconheceram nas palavras escritas.
Voltando à citação, são iminentes alguns pensamentos, já, acerta da frase. Muitos acharão absurdo, outros, a própria libertação. "Será que isso é válido?!" "Que absurdo um cristão falando isso! oh meu Deus". Cale-se, silencie. Quem neste mundo tem a dádiva de julgar alguém? Perceba: JULGAR. Essa palavra é forte e, portanto, deixarei-a no ar. Pense o que for, JULGAR é pertinente ao sábio Juiz. Você é cristão? Então sabe minha referência. Não é cristão?! Então imagine sua própria consciência. Não sabe como?! É simples: arranque seus rótulos, seus princípios. Exatamente! Vista-se do "outro". Acha absurdo? Loucura? Eu penso que um tipo de Loucura seja a bebedeira, drogas, coisas que destróem pessoas, famílias inteiras. Sou um hipócrita? Não me importa. Isso me deixa feliz! Já vi um grande amigo caindo em pré-coma alcoólico e eu não pude fazer nada além de me condenar por ter "permitido". É o que fazem muitos: "fulano é grandinho, sabe o que faz"... e eu detesto essa frase, pois não há PHILIA nisso. Será que TODOS sabemos o que fazer? Há muita "gente" querendo ser "grandinho" antes do tempo... e muita gente que esqueceu que o TEMPO de ser "grandinho" já chegou. Precisamos cuidar dessas pessoas, pois são os eleitos para cuidar do nosso mundo. 
Aproveitando o encejo, O tempo é algo maravilhoso. Devemos aproveitar cada dia como sendo o último... então, para quê desperdiçá-lo? Hmm... alguém já pensou "ele começou a rotular..." Na verdade, sugiro um termômetro. Exatamente. Quando adoecemos, a escolha é nossa? Inconscientemente, sim. Aos descuidos do cotidiano abandonamos nossas vidas e, como consequência disso, eis o resultado. Eu não estou tendo idéia da gama de pessoas que estão sendo tocadas ou se identificando com as situações. Isso não é importante... desde que as mudanças ocorram.
Somos como usinas. Quem acompanhou ou está acompanhando os incidentes no Japão está com uma idéia mais bem composta sobre o que quero dizer. Um exemplo prático: por que suamos? Existe um termo denominado "equilíbrio ótimo". Sua função é regular o equilíbrio interno de nosso organismo. Em altas temperaturas, as enzimas começam a ser deterioradas. Há gasto energético e, consequentemente, liberação de sais e calor. O último precisa ser liberado. Entretanto, nosso corpo se transforma numa espécie de estufa e, para que as enzimas não "morram", entramos em processo de resfriamento. Somos como TERMÔMETROS... ficou claro? Álcool em excesso... quais as consequências? Perda de glicogênio hepático. A glicose é o único combustível do cérebro (aff, acho que esse texto tá ficando chato, parecendo aula de fisiologia...rs), na sua ausência, como um carro sem gasolina, ele pára. É um "coma".
Não quero, nem devo, não posso rotular. Quero ter termômetros e também ser um termômetro. Denominarei, com veemência, AMIZADE. Philia = amor fraterno.
Amigos verdadeiros, quem são? Nossa, mais um texto que se repete. Sinto que estou envelhecendo e que, só agora, essas palavras proferidas fazem sentido. Amigos (de verdade - e esse termo não deveria existir "de verdade") contamos nos dedos. Tenho ótimos pais (meus pais, mesmo sem saber expressar o quanto, nem ter jeito para falar, são meus eternos heróis, mesmo que eles nem saibam disso...). Uma ótima família. Amo meus irmãos (um casal completamente distinto em todos os aspectos!! e os amo!! é incrível!! ), que são "o avesso do avesso do avesso" um do outro. Amo as "diferenças". Aprendi um novo termo que substituiu o anterior "diferença": é peculiar. Posso chamar "pertinente". 
Compreendi algumas coisas ao longo desses anos, mas principalmente que, só COM O TEMPO (e não "o tempo") podemos crescer verdadeiramente, absorver, compreender, amar... viver... 
Descobri muitas coisas. Principalmente que, um dia, acabamos morrendo de tanto rir de tudo que já passamos! E é verdade. O melhor é que percebemos que ficamos mais fortes. Percebi que os mais belos corações, como num texto que li há uns 10 anos atrás e não havia vivido o suficiente para compreender, estão cheios de cicatrizes, de marcas e, às vezes, ainda está sangrando. Descobri, também, que nós podemos arrancar um pedaço de nós para cicatrizar a ferida de um coração de um amigo. Percebi, ainda, que o "mundo" não quer permitir isso: que você se sacrifique pelo próximo. E, para piorar, ainda nos confunde fazendo com que sejamos vítimas de nós mesmos, abolindo a idéia de que TODOS precisam ceder. 
Philia é aquele que dá bronca. Quer descobrir um amigo de verdade? Ele vai te criticar diretamente. Vai apontar teus erros num dia qualquer, mesmo depois de já ter ouvido tantos elogios. E o mais engraçado é que, quando isso acontece, ainda saimos magoados, pois achamos que está tudo errado. O amigo real adverte. Isso nos instiga a fazer o mesmo. Como?! O que?! Para descontar?! Revidar em outra pessoa?! ENGANO SEU!! Para lembrar que precisamos separar o joio do trigo :) Para demonstrar que é assim que funciona. Amizades reais. Lembre-se de ser ponderado, de ter TEMPERANÇA. Alguém vai lembrar que a "Temperança" é um dos frutos do Paráclito, mas isso é um outro tema. Não critique sem misericórdia, senão será implacável. Seja duro, firme no momento certo para que a pessoa que você Philia (ama em amizade) sinta que você está falando a sério. Faça com que essa pessoa reflita. Dê-lhe algum tempo... e eis que o primeiro termo retorna... "Se não houver a reflexão com tempo dado, saiba que, um dia, quando a MATURIDADE (REAL) vier, estará carregada da Philia que fora semead..., sem pressa, e COM O TEMPO CERTO. 
Precisamos aprender a esperar. NÃO CREIA, jamais, que não há mais tempo. Lembre-se que, em cada novo dia, há uma nova chance. Há sempre uma escolha, basta tentar. Não se pode desistir, é o que o tempo traz consigo em seus ensinamentos. Cada segundo depende do seguinte e do anterior, também, para ser segundo. Entretanto, tudo requer vontade... coragem. Se você "pensa" não conseguir, é porque já se rotulou como um derrotado, esquecendo-se de que "cada dia é um novo dia, há uma nova chance". Se lhe falta coragem, é porque, certamente, já se rotulou como fraco. Você é o único adversário de si mesmo. Lute, batalhe, vença! Nada fácil permanece!!! Coragem!!! 

Esses são os meus votos a todos vocês... amigos, familiares, leitores, críticos e elogiadores...rs
Felicidades a todos :)
Deus vos abençoe sempre!! Paz e bem!!!

P.s.: Meu ano, partilhando convosco, iniciou-se hoje à meia-noite e 5 minutos, quando rezei profundamente a Deus e Ele respondeu tudo pra mim no decorrer do tempo... às 17:55h de hoje, completarei 28 anos... e pedirei, ininterruptamente, que ELE me dê a graça plena de cumprir minha missão até o último suspiro. 
Que São Miguel Arcanjo esteja convosco!! E a Virgem Santíssima vos cubra com o manto sacrado, conduzindo-vos ao cólo do Cristo, nosso mestre Jesus.

Dominus vosbiscum


Pax et bonum...

2 comentários:

  1. Descobri muitas coisas. Principalmente que, um dia, acabamos morrendo de tanto rir de tudo que já passamos! E é verdade. O melhor é que percebemos que ficamos mais fortes. Percebi que os mais belos corações, como num texto que li há uns 10 anos atrás e não havia vivido o suficiente para compreender, estão cheios de cicatrizes, de marcas e, às vezes, ainda está sangrando. Descobri, também, que nós podemos arrancar um pedaço de nós para cicatrizar a ferida de um coração de um amigo. Percebi, ainda, que o "mundo" não quer permitir isso: que você se sacrifique pelo próximo. E, para piorar, ainda nos confunde fazendo com que sejamos vítimas de nós mesmos, abolindo a idéia de que TODOS precisam ceder.

    meu anjo nessa parte chorei, quanta delicadeza, quanto conhecimento.....que palavras, que texto, que jóia, é um tipo de lição que devemos ler e reler, o quantas vezes for preciso para se darmos conta da pessoa que devemos ser sempre, e esquecermos os tais medíocres rótulos, nos importando mais com o mundo e com quem amamos, por isso sempre digo q eu te amo muito, independente de não fazer tanto tempo que nos conhecemos mas já sei o quanto é grande o seu coração,raras vezes li algo tão perfeito e cheio de verdade....

    ResponderExcluir
  2. Esse é meu texto favorito seu! Simplesmente lindo e regado de verdades (:

    ResponderExcluir