Total de visualizações de página

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Incerto...

Passou o dia...
Fora-se, a manhã, suavemente...
Findou partindo a aurora
Dando margem à tarde que se iniciara...
...como um sussurro...
E, ininterrupto, o tempo reinara...
E, assim, o que era, passou...
...e a vez do que está, não mais pôde configurar-se...
Veio, então, a continuidade...
A constância não se fizera, fazendo-se...
...E, elegantemente, trouxe consigo
A beleza de um céu azul...e, ainda, nebuloso...
O que cabe ao tempo, não se sabe...
...Senão aquilo que lhe é pertinente...
Ainda que se saiba da noite,
Não sabemos, ao certo, o que virá...




Paz e bem a todos :)

2 comentários:

  1. parabéns!!! que Deus te abençoe e te inspire para se aprofundar cada vez mais no fundo da alma, e interpretar suas inspirações em poesia!!!
    Obrigado tb pela visita!
    Teu blog está no top da minha página dentre os que recomendo!!! PAZ

    ResponderExcluir
  2. Que lindo! Como sempre, né? kkk Parabéns (:

    ResponderExcluir